domingo, 2 de fevereiro de 2014

HOSPITAL DAS 'FORCAS' ARMADAS...


...E QUE SÍTIO FOI ESCOLHIDO PARA ARMAR ESSAS 'FORCAS': A NOSSA MENINA DOS OLHOS, QUE É O MESMO QUE DIZER: NO HOSPITAL DA FORÇA AÉREA, QUE UM DIA VIMOS ERGUER-SE E PASSAR A SER O NOSSO ORGULHO!
VIMOS LÁ FAZER OBRAS, VALAS QUE SE ABRIAM PARA PASSAR CABLAGEM PARA TORNAR POSSÍVEL TER-SE UMA 'IMAGIOLOGIA' A OMBREAR COM O QUE DE MELHOR SE PODERIA DESEJAR NOS EXAMES RADIOLÓGICOS!
 LENTA, MAS PROGRESSIVAMENTE, O NOSSO HOSPITAL TORNOU-SE, DE CERTO MODO, UM LEGADO DE RECONHECIMENTO PELO TRABALHO QUE O PESSOAL DA FAP DESENVOLVEU AO LONGO DE UMA VIDA, TORNANDO-SE MERECEDOR  DE TAL MIMO!
 COMO HÁ SEMPRE UM PONTO DE RUPTURA EM TUDO O QUE É DESTINADO AO BEM ESTAR DAS PESSOAS, SUSCITANDO-SE  VÁRIAS TEORIAS QUE VÃO DA INVEJA ATÉ AO NÃO RECONHECIMENTO DO DIREITO A SER-SE FELIZ NAS COISAS QUE NOS ESTÃO DESTINADAS DESDE A SUA CONCEPÇÃO. 
O HOSPITAL DA FORÇA AÉREA ERA BOM DEMAIS PARA SER APENAS DA RAPAZIADA DO AR, DADO ATÉ OS 'MAIORAIS' DO PAÍS RECORREREM AOS  SERVIÇOS HOSPITALARES DA FAP QUANDO TINHAM ALGUM PERCALÇO. 
E ISSO FOI O FIM DO HOSPITAL DA FAP... QUE PASSOU A HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS! AGORA É SÓ AUMENTAR A CAPACIDADE, PORQUE A ESTRELA JÁ TEM DONO E A RAPAZIADA PRECISA DE TER UM LOCAL ONDE SE TRATE!
 
 Foram necessários 16 quilos de explosivos para derrubar o  edifício C5 do Hospital das Forças Armadas, no Lumiar, que foi demolido ontem, Sábado 01 de Fevereiro. 
  HOUVE SÓ UM BOCADINHO DE BARULHO, QUE SE FEZ OUVIR ENQUANTO FOI SAINDO FUMO DO MEIO DO PÓ...

...FICANDO COM O ASPECTO QUE A FOTOGRAFIA NOS MOSTRA, ENQUANTO O EDIFÍCIO DO LADO AGUARDA A SUA VEZ, QUE NÃO TARDARÁ.
Para gáudio dos telespectadores, as televisões mostraram aqueles segundos fatídicos, que demoliram um edifício não muito antigo, com boa construção executada pelas 'Infras' da Força Aérea, onde haverá ainda Engenheiros e Fiscais de Obras que tiveram este Complexo do Lumiar em suas mãos... e agora o vão vendo desaparecer... pelo engenho de outras mãos!
Vai subsistindo o edifício da Messe e Alojamentos de Oficiais da Base do Lumiar... até quando?

Sem comentários: